sexta-feira, 3 de julho de 2009

Estas são minhas alunas

Uma delas é psicóloga e trabalha no RH de um grande banco. Estava toda simpática dando orientações finais a um funcionário novo quando solta a seguinte frase:
"Então é isso, fulano. Precisando de qualquer coisa é só nos procurar. Aqui no RH nós nem temos portas, estamos sempre de PERNAS abertas para os funcionários."

A outra é fisioterapeuta. Na época de estudante estava estagiando na neurologia de um hospital e precisava iniciar a reabilitação de um paciente paraplégico. Sem ficha na mão, quis fazer a descontraída: "Seu fulano, assim que a doutora terminar a avaliação a gente manda bala no tratamento!"
Cinco segundos para vocês adivinharem a causa da paraplegia do rapaz, coleguinhas.

Minhas alunas: me matando de orgulho desde 2005.

2 comentários:

  1. Uma amiga, dona de padaria, depois de atender um cliente foi tentar fazer uma brinadeira: "olha, hein, eu vou CHUPAR sua orelha"! Mas a das pernas é muito pior, estou com vergonha.

    ResponderExcluir
  2. A cada dia me convenço mais do valor intrínseco de uma boca bem fechada.

    ResponderExcluir