sexta-feira, 17 de julho de 2009

Maravilhas do mundo corporativo

Eu dou aula para o pessoal do marketing e da TI em uma empresa de telemarketing três vezes por semana. Como é sabido que telemarketing é um emprego desgraçado, que paga pouco, enche o saco e proporciona condições de trabalho aterradoras, a rotatividade de funcionários do, digamos, "baixo escalão" da empresa é enorme. Com isso, vira e mexe o pessoal tem que treinar hordas de novos coitados que permanecerão ali por, no máximo, um ano. O caso é que minhas aulas são no horário do almoço, invariavelmente em alguma sala de treinamento. O pessoal faz uma pausa e eu entro. Com isso, frequentemente dou de cara com cartazes de conteúdo "motivacional" confeccionados pelos "trainees" e colados nas paredes. A maioria inclui desenhos de árvores o bonequinhos com palavras do tipo: liderança, otimismo, entusiasmo, paixão e qualquer outro mantra de lavagem cerebral corporativa. Nem dou bola. Mas confesso que os cartazes dessa semana me intrigaram:




Em comum os dois cartazes têm as colunas: fácil de compreender, evidente e incrivelmente inteligente. Dentro de cada coluna os participantes escreveram coisas, sei lá, relacionadas a esses títulos (aparentemente os tais mantras corporativos e blá blá blá). Até aí eu nem tinha tentado entender a lógica do negócio. Mas agora eu preciso saber, coleguinhas:
Por que o pessoal do cartaz vermelho escreveu chapinha na coluna fácil de compreender, logo abaixo de alegria e educação? POR QUE?

3 comentários:

  1. porque uma chapinha mal feita você compreende em 2 segundos.

    ResponderExcluir
  2. E é justamente por isso que nós, os clientes, comemos o pão que o 666 amassou quando ligamos para resolver algum pobrema. FDP é quem contrata uma criatura dessas.

    ResponderExcluir
  3. É que é fácil de entender que pessoas com cérebros em desuso só usam a cabeça para ostentar chapinha. Ou algo assim.

    ResponderExcluir