sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Direito básico do cidadão

Recebi ontem este email de um ex aluno meu:

Vote contra a criminalização da homofobia
Irmãos e amigos:

O Senado está querendo saber a opinião dos brasileiros sobre o PLC 122,(Homofobia)
perguntando se você é a favor ou contra esse projeto. Para votar, vá à
enquete deste link, É SÓ COPIAR E COLAR O LINK ABAIXO:

http://www.senado.gov.br/agencia/default.aspx?mob=0

OBS. - a Enquete está na coluna da direita, abaixo do ícone "Senado em 2 Minutos".

Para quem não conhece a PLC, segue link:
http://www.senado.gov.br/sf/atividade/Materia/detalhes.asp?p_cod_mate=79604

Se pensa em votar a favor, pesquise algo no Google à respeito da lei. Informe-se bem antes de praticar este ato de cidadania.

Vote, e mobilize seus contatos!!!!



Eu já votei.

Divulguem

JESUS VOLTARÁ, PREPARE-SE !



Como nunca recebo mensagens desse moço, calculo que ele não seja do tipo que repasse qualquer merda para sua lista de contatos inteira. Imagino, portanto, que ele tenha lido o email. Mais ainda - concordou com ele e o considerou importante a ponto de ser repassado.
Não tendo mesmo nada pra fazer (I wish), resolvi perquisar o tamanho da besteira. Lembrei que já tinha ouvido sobre o assunto, mas não fiquei sabendo o desenrolar da história, então fiz o que a mensagem me sugeria e joguei PLC 122 no google.
Fora o site do Senado (o primeiro na busca), praticamente todos os links da primeira página eram de gente indignada com o tal projeto de lei. Desnecessário dizer que a maioria coloca Jesus no meio e alega que a lei nega a eles um "direito básico" de todo cidadão: o de hostilizar o outro baseado em sua orientação sexual. Vocês leram corretamente, amiguinhos - essa gente acha que tem esse direito.

Pois olha só que idéia boa. Resolvi reivindicar meu direito básico de esculachar o outro baseado em sua falta de cérebro. Será que o governo deixa? Vou lá preparar uma petição e já volto. Mas antes vou responder o email do moço com um: "Tomara que você tenha um filho viado, beijos."

2 comentários:

  1. Eu responderia:"É tão difícil assim aceitar que você é gay? Se joooga, bem!"

    ResponderExcluir
  2. Eu vou fazer um manifesto contra a criminalização da religiofobia. Que acha?

    ResponderExcluir