Livre arbítrio

Ouvi pelo rádio há alguns dias que a Anvisa tinha proibido o uso de câmaras de bronzeamento artificial sem requisição médica. Até aí, pouco me importei, visto que tostar o couro artificialmente numa câmara é algo que sempre passou longe da minha idéia de saudável, ainda mais com as sardas que enfeitam meu rosto e meus ombros e um histórico familiar de câncer de pele. Mas hoje, passeando pela internet, deparei-me com esta peculiar (pra não dizer insólita) notícia:

Em SP, grupo protesta contra proibição do bronzeamento artificial

Se fossem só proprietários e funcionários de clínicas, vá lá. Mas se você, coleguinha, leu a matéria, viu que as clientes também tiraram suas bundinhas do sofá e foram lá fazer estardalhaço, o que me leva a concluir o seguinte:

Tanta gente por aí desenvolve câncer sem querer... Então por que não deixar que essas antas desenvolvam câncer voluntariamente (de preferência antes de procriar) e livrem a humanidade de tanta burrice e falta do que fazer? Libera as câmaras aí, Anvisa!

Comentários

  1. Apoiada! Acho que temos que incentivar essa galera a se desintegrar nas câmaras.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas