quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Voltei

Deve ser resquício de adolescência problemática (oi, pleonasmo?), auto-estima padrão Nelson Ned, etc., mas eu desenvolvi essa necessidade de agradar, essa dificuldade absurda de dizer não e de magoar os outros. Mas aí eu percebo que estava preocupada em passar uma boa impressão à pessoa do post anterior e em seguida descubro que ela é na verdade uma grandessíssima FDP. E passo a não me importar mesmo em ser considerada um cu.


Eu tento ser uma pessoa melhor, mas tem gente que não é gente mesmo. Ai, desabafei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário