quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Então é assim: estou com aquela gripinha mal curada maledeta que me faz consumir muito mais aerolin que o normal e fungar como uma criança de seis anos, mas não me deixa mal o suficiente para não trabalhar.

Amanhã é dia dos professores e estarei de folga (tem dia do motorista de ônibus? Imaginem se eles ganham um dia off, como fica?) e passarei no médico porque duas semanas de gripinha marota já estão de bom tamanho. E ele vai me receitar a coisa mais linda do mundo, Alegra, que desentope o nariz e não dá sono nenhum e quem sabe uma inalaçãozinha de leve, eu e o monte de crinaças também de folga. E se bobear ele vai me receitar uma amoxilina que eu não vou começar a tomar porque tem churrasco no domingo e se eu não estou suficientemente mal para não trabalhar também não estarei para não tomar cerveja.

E eu não aguento mais ficar doente. Fim.

Um comentário:

  1. É isso aí.
    Penso exatamente igual.
    Se eu posso trabalhar, por que não posso beber? Hein? Hein?

    ResponderExcluir