quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Pérola da semana

Eu sei que eu deveria ser um espírito superior e compreender a situação desse pessoal que trabalha muito, ganha mal mas tem a vontade de estudar e acaba sendo enganado pelas Unimerdas da vida, mas né? Um povo que produziu Geisy Arruda não merece compreensão.

Daí aquela aluna do Burger King outra vez engata um assunto completamente nada a ver no meio da aula. Tento desviar mas ela se enche de orgulho e diz: "Eu entendo disso. Eu estudo Letras na Unibosta." E desanda a explicar com ares de pós-doutoranda em Linguística que o certo é pronunciar "Êxtra" então todos os habitantes da cidade de São Paulo são burros porque chamam a rede de supermercados de "Éxtra". Porque, segundo ela, dizer "Éxtra" é um erro GRAMATICAL.

Olha, eu não ganho pra isso não, viu?

4 comentários:

  1. variação linguística pra ela é coisa de outra dimensão, néam

    ResponderExcluir
  2. Concordo, concordo, mas por que é êxtra e não éxtra? Eu sempre pronunciei êxtra e as pessoas riam de mim, mas eu tinha uma intuição de que eu é que estava certo. Não vou fazer a Pasquale por aí, só fiquei curioso pra saber o porquê.

    ResponderExcluir
  3. Rafael, tanto faz. Isso se chama variação linguística. Eu digo Éxtra porque sou de São Paulo e por uma série de influências do passado a gente pronuncia desse jeito. Meu aluno que é de Sergipe diz Êxtra. E os dois estão certos.

    ResponderExcluir