terça-feira, 5 de abril de 2011

Um post desinteressante

Eu sou professora de Inglês, todo mundo sabe. E, né por nada, sou uma professora bem competente. Eu estudei para ser professora de Inglês. De verdade.
Digo isso pra você aí, que faz Letras na Uniesquina. E pra você que passou seis meses servindo sanduíche na Austrália. Vocês não são professores de Inglês, embora alguns cursinhos de esquina digam que são.

Daí eu penso, né? Outro dia passei na porta da sala de um coleguinha e ele estava sugerindo que os alunos procurassem o Livemocha. E ele pronunciava "láivemôsha".

Eu tive uma aula observada semana passada. Tive que fazer um plano de aula gigantesco, detalhadíssimo, com coisas que nem compensa listar aqui porque são técnicas que não interessam a quem não é da área, está ouvindo, coleguinha "láivemôsha"? Milhares de pessoas estudam de verdade, se graduam, escrevem livros, sabem do que estão falando - e eu estou tentando me tornar uma delas.

Hoje eu recebi o feedback da aula. Que foi bom, entendam. Mas não foi perfeito. Não foi espetacular. E enquanto eu não conseguir dar uma aula irretocável eu não estarei perto de me tornar uma daquelas pessoas que ensinam outras a ser professor de Inglês. Enquanto isso eu continuo sendo colega do "láivemôsha" e da menina chata que grita e diz que as aulas dela são uma bosta por que todos os alunos são chatos.

Eu, que não sou perfeccionista nem nada, me chateei hoje. Mas vou sobreviver.

Um comentário:

  1. Ai, eu teria um post idêntico ao seu,apenas com a troca de personagens e um pouco mais de incompetência.

    ResponderExcluir