Tá pensando que internet é bagunça?

Uma vez eu estava lá, no meio de aula observada, e ao listar para os alunos os países que compõe o Reino Unido, esqueci de mencionar o País de Gales. Meu observador, na hora do feedback, gentilmente apontou esse deslize e finalizou com um: "Tá pensando que País de Gales é bagunça?". Só eu ri e ele, coitadinho, ficou ali, enfrentando a cara de "q" do resto da sala.
Dia desses uma turma de adolescentes formou duplas e como a sala tinha número ímpar de alunos, um deles ficou sozinho. Quando um retardatário chegou eu abri um sorrisão e disse: "Olha, Vitor, que bom, você não está mais forever alone!" Silêncio sepulcral. Dez alunos na sala e NENHUM entendeu. Isso sem contar os colegas que vem te corrigir no facebook quando você escreve "todos chora" ou "corrão". É muito frustrante usar gírias de internet e ninguém entender, gente. É triste. De que adianta saber tudo sobre a questão do Oriente Médio se a pessoa não conhece os "bons drink"?

Lembrei de tudo isso porque a amiga de uma amigo, num bar, sábado, contou a seguinte história: diz que o professor de faculdade da irmã dela vivia usando essas referências em sala de aula e todo mundo fazia aquela cara de "oi?", só a irmã entendia. O professor, um dia, entrou na classe e disse: "olha, estou cansado de interagir só com a fulana aqui, lição de casa esse fim de semana é entrar na internet e procurar isso, isso e isso..." e tacou na lousa coisas tipo Luísa Marilac, Katylene, Cleyciane, Fica vai ter bolo.

Curso superior dos novos tempos, minha gente.

Comentários

  1. -Olha, Vitor, você não está mais forever alone!

    *cri cri cri*

    -Y U NO LAUGH

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas