terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O povo do centrão

Estou lá tomando meu café no balcão de uma lanchonete no Copan. Um senhor bem vestido, de calça chino, camisa polo e óculos escuros entra no recinto e, apontando para uma das três formas de pizza vazias dentro da estufa de salgados, pergunta, muito sério:

"Essa pizza aqui é de quê?"

Ao que a moça responde, com a maior naturalidade do mundo:

"É de vento com água. É a mais gostosa daqui."

Quase perguntei se ela tinha colocado alguma coisa no meu expresso, juro.

Um comentário: