quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Sobre o dia do Saci

Verdade seja dita quando criança eu nunca comemorei Halloween. Mas eu sou velha, né, na primeira vez que eu pisei numa escola (Instituto Santa Amália, lá na Saúde) ainda tinha governo militar. A gente desfilava de soldadinho de papel crepom no Sete de Setembro e aprendia todos os hinos de tudo nas aulas de música da tia Irma. Aliás, devo ser a última geração que sabe o hino da independência sem ser a versão "Japonês tem sete filhos." Fui saber o que era dia das bruxas na escola de inglês quando tinha uns 10 anos. E nessa época só os Fisks da vida falavam nisso.

A questão é: pensa numa coisa que é divertida pra criança. Comer doces, se fantasiar, tomar susto. Daí as crianças das escolas de inglês contavam para as que não estudavam lá e elas se animavam e um dia, quando eu percebi, tudo quanto era escola comemorava o Halloween. Mas aí eu já não estudava em uma há tempos.

Sim, não tem nada a ver com as nossas tradições. Como papai noel vestido de veludo vermelho também não. Quem se importa? Curtir uma coisa não exclui a outra, não me torna menos brasileira. E cada um que me vem com "abaixo halloween, viva o dia do saci" me dá vontade de perguntar quantas folias de reis já participou na vida, se sabe dançar maracatu ou falar tupi. Não vejo mal nenhum em ensinar para as crianças as tradições de outros países. Não me impede de ensiná-las as do país dela. Aliás, deixa eu contar um segredo para vocês - criança pode se divertir um pouco, viu? Não vai virar marginal se não for educada 24 horas por dia, sete dias por semana.

E, pela última vez, dia do Saci já existe, podem olhar no calendário - é o dia do folclore, dia 22 de Agosto. Não é culpa minha se nesse dia, ao invés de contar histórias bacanas (que eu aprendi lendo a Turma do Chico Bento, aliás) da mula-sem-cabeça ou do Curupira as professoras simplesmente dão uma máscara de Saci para as crianças pintarem. Querer comemorar dia do Saci no dia do Halloween é criancice, é picuinha. É "aaaai, se eles podem eu também poooooosso."

Cresçam, por favor. Beijos.

Ziraldo virou um velho chato e gagá mas o Pererê é simpático.

2 comentários:

  1. É que Halloween é americano, daí, claro, não pode, né? Já vi gente criticar Halloween no Brasil e dizer que "nossa, seria animaaal" se tivesse celebração igual ao Día de los Muertos no nosso Dia de Finados. Na mesma noite.

    ResponderExcluir
  2. "Ziraldo virou um velho chato e gagá mas o Pererê é simpático." - concordo!!!

    E tambem acho essa coisa de dia do saci no dia de halloween uma chatice

    ResponderExcluir