quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Continho felino

Eis que o casal, após alguns anos juntos, resolve dar um passo à frente no relacionamento e adotar um gato. O desejo partiu da moça, no caso eu, gateira desde antes de ser moda mas que por circunstâncias da vida fui obrigada a abrir mão dos meus felinos. Ele, o namorado, embora goste de animais de estimação, se dizia pouco confortável com a responsabilidade e talvez a bagunça que um gatinho traria. Foram meses de insistência, de vídeos fofinhos no facebook, de reuniões do comitê das tias loucas dos gatos com gráficos e apresentações em ppt para mostrar ao moço quanta alegria um bichinho proporcionaria até que ele se convencesse. O apartamento foi telado, o comitê foi acionado e em poucos dias surgiu uma vira-latinha cinzenta pronta para ganhar um lar assim que sua tutora voltasse do feriado de carnaval. Faltava então apenas os suprimentos para receber a bebê. E eis que o casal vai a um pet shop desses famosos numa noite de quinta-feira providenciar o enxoval da nova habitante. Segue o diálogo:

Eu: boa noite, precisamos de uma caixa de areia.

Vendedor: olha, essa fechada é muito boa, eu uso com os meus porque não deixa cheiro pela casa. Vocês sabem né, pra evitar aquele cheiro de cocô que espanta as visitas. 

Namorado me olha como que diz "mas você não me disse que gato não deixa cheiro pela casa?"

Eu: mas eles se adaptam bem à essa caixa fechada?

Vendedor: olha, vocês sabem como é gato. Se ele quiser vai cagar na sua cama, olhando pra sua cara. 

Moço, pelamordedeos, você sabe o trabalho que deu trazer esse rapaz até aqui? 

Vendedor: mas com um pouco de treino eles se adaptam sim. 

Melhorou, né? 

Eu: e o arranhador, você acha que precisa?

Vendedor: depende. Quanto você gosta do seu sofá? 

Mas moço, você não tem gatos também? Tá do lado de quem?

Eu: a gente gosta bastante do sofá, melhor levar um.

Vendedor: é, mas gato tem dessas, né? Pode gostar do arranhador, pode preferir o sofá, nunca se sabe. Melhor levar um baratinho.

Sério, pior.vendedor.ever. 

A essa hora namorado já estava do outro lado da loja cobiçando os peixes, esses bichos que não fazem cocô fedido na sua cama nem destroem seu sofá mesmo tendo um arranhador power 4000 última geração. Foi arrastado de volta para a seção de artigos felinos e, apesar de todos os esforços do vendedor, não desistiu da gata. Todos as bugigangas os itens de primeira necessidade foram adquiridos e se tudo sair conforme o planejado dia 25 nossa casa terá mais pelos e ainda mais amor.

Quando a bichinha chegar eu faço a apresentação oficial. Desejem-nos sorte.





2 comentários:

  1. Meu.... COMO assim o gato faz coco na cama olhando pra pessoa? Esse cara (mulher?) deve ser um merda com os gatos dele e dai sim, o gato se vinga! Nao vejo outra explicacao..

    Essas caixas de areia fechadas sao otimas... Nao tem que treinar nada... Gatos vao la, ficam felizes que eh fechada... pronto!

    E olha... Maridon era do tipo "gato nao presta, prefiro cachorro" e hoje ele fala "se voce se separar de mim eu sequestro os gatos"

    Vai com fe! =D

    ResponderExcluir
  2. "Melhor levar um baratinho" Hahahahah E foi assim que a loja foi à falência.

    ResponderExcluir