terça-feira, 13 de outubro de 2015

A síndrome da reação inadequada

A síndrome da reação inadequada (SRI) é um mal que afeta aquela parte da população que claramente tem um defeito no pedaço do cérebro que regula a maneira como reagimos em determinadas situações. Em outras palavras, o mecanismo do "para que tá feio".

Um dos exemplos clássico da SRI é a popular gargalhada em velórios, que a maioria de nós já testemunhou, quando não protagonizou. A SRI, entretanto, manifesta-se nas mais variadas ocasiões.

1) Você e seus colegas estão aproveitando aqueles preciosos minutos de ócio na firma para compartilhar fotos do cachorro mais feio do mundo. Uma colega que estava passando se aproxima do seu monitor e exclama, afinando a voz como se tivesse acabado de avistar um bebê panda de pijama acariciando um gatinho: "Meo deos que BONITIIIIIIINHO!"


Oi

2) Você está andando tranquilamente quando seu pé dá aquela vaciladinha, você tomba levemente para a direita sem perder o prumo e segue andando. A pessoa vindo atrás de você berra "JESUS AMADO CUIDADO MEU FILHO, ACHEI QUE VOCÊ FOSSE MORRER!"



3) Seu colega pede sua ajuda para editar o vídeo surpresa de aniversário de casamento pra mulher dele no Movie Masker. Você sobre uma música do Ed Sheeran, arrasta meia dúzia de imagens e pronto. Colega diz: "NOOOOOOSSA CARA, VALEU MESMO, VOCÊ É MUITO FODA! GENTE, O EDMILSON É CARA, CÊS PRECISAM VER!"


4) A pessoa se atrasa 5 minutos para o trabalho e quando chega parece que acabou de correr 20 quilômetros em Teresina meio dia no verão "NOSSA GENTE MINHA MÃE ACORDOU E NÃO TAVA SENTINDO O BRAÇO MAS ESTÁ TUDO BEM ELA SÓ DORMIU EM CIMA DO BRAÇO MESMO!"



Se você convive com um portador de SRI grave, minha solidadriedade. Eu compreendo sua dor. Se você se identificou com o texto e desconfia que talvez tenha SRI, busque tratamento. Ainda dá tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário