sábado, 16 de abril de 2016

Um post por dia - Dia 19

Este diálogo é real e aconteceu na minha turma de Avançado 1 ontem de manhã. Os alunos são adolescentes entre 14 e 17 anos. O tema da lição era tecnologia e o exercício era comparar tecnologias do passado com as do presente e na categoria "comunicação" tínhamos uma lista na qual constavam coisas como facebook, whatsapp, FLOG e TELEGRAMA.

(Em inglês)

Eu: "Vocês sabem o que é um flog?"

Eles: (cri... cri... cri...)

Eu: "Então, flog era tipo... o avô do instagram. Mas não tinha timeline, tinha que ir lá no perfil da pessoa pra ver as fotos dela. E só podia postar uma foto por dia"

Eles: "Mas dava pra deixar comentário?"

Eu: "Dava, mas tinha limite, acho que era 10. A gente copiava todos os comentários, colava em um só e apagavao resto pra abrir espaço."

Eles: (olhares de incredulidade)

Menino que parece o Justin Bieber: "Telegram é tipo whatsapp, né?"

Eu: "Não. É tipo uma carta, mas mais curta."

Menino: "Mas é on line?"

Eu: "Não, era no papel"

Eles: (Que diabo esse mulher está falando?)

Eu: "Alguém batia na sua casa e te entregava um papel com uma mensagem curtinha, isso era telegrama."

Eles: (Isso não faz o menor sentido.)

Imaginem se eu contasse pra ele que houve um tempo em que a gente só podia acessar internet depois da meia noite e demorava dois dias pra baixar uma foto? Eles iam jurar que eu estava louca.

Um comentário:

  1. Certeza que o Justin Bieber acho que você estava falando do aplicativo Telegram, que é realmente igual ao Whatsapp >.<

    Me identifiquei com a sua turma no choque com essa história de copiar e colar os comentários no flog o.o

    ResponderExcluir