terça-feira, 19 de abril de 2016

Um post por dia - Dia 21

Mais de uma pessoa, ao me ouvir contando que meu namorado está no Nepal subindo até o campo base do Everest, me perguntou: "E você deixou?"

Mas gente?

Maaaaas... gente?

Eu queria muito saber que tipo de relacionamento as pessoas andam mantendo por aí para me fazer uma pergunta dessas. Porque desculpa a honestidade: tá errado, galera. Muito errado.

Nunca, em momento algum esse tipo de coisa surgiria entre a gente como uma questão de deixar. Porque se ele tem dinheiro, tempo e disposição, quem sou eu pra "deixar ou não" que ele realize um sonho?

"Você é a namorada dele, ué. Há oito anos. Vocês moram juntos." 

E isso não me dá poder de decisão sobre coisas que dizem respeito exclusivamente a ele. Porque se nosso relacionamento é tão frágil a ponto de sucumbir a 21 dias longe e com a comunicação meio prejudicada, então ele nem deveria ter sobrevivido até aqui. 

Eu não tenho que deixar ele fazer nada.

Ele não tem que me deixar fazer nada.

A gente faz as coisas pensando um no outro porque se ama e se respeita, não porque acha que tem algum poder de decisão. 

Tem coisas que temos que planejar juntos, obviamente. Mudar de casa, nossas próximas férias, se vamos adotar mais um gato ou não. Mas se subir o campo base do Everest não é meu sonho, eu não tenho voto se ele vai ou não. Ele vai se quiser e se puder. E ele foi.

E sábado ele volta graças a deos, que eu já tô cheia de saudade. 


Olhaí a cara de felicidade do cidadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário