quinta-feira, 28 de abril de 2016

Um post por dia - Dia 29

O assunto de ontem nas ~redes sociais~ foram os resultados do censo do IBGE sobre os nomes dos brasileiros. Galera passou o dia inteiro jogando tudo quanto é nome na pesquisa pra ver a popularidade. Eu também, lógico.

Meu nome é Paula Renata. Eu amo meu nome, tem um quê de novela mexicana. Também gosto porque são dois nomes curtos e fáceis de soletrar, o que eu acho que são critérios excelentes para se considerar na hora de batizar uma criança. Na verdade eu só me dei conta da importância de um nome ser fácil de soletrar quando um professor na faculdade no primeiro dia de aula nos disse: "Meu nome não é Waldemar, é Waldemar com W". No censo não dá pra pesquisar nome composto mas dá pra ver que Renata é mais popular que Paula. Eu mesma conheço pouquíssimas Paulas e nenhuma delas com menos de 35 anos. Em compensação tem um conto do Machado de Assis de 1880 chamado Dona Paula.

Dizem que eu me chamo Paula Renata porque meu pai conheceu uma menininha com esse nome que era muito fofa e inteligente e quis que a filha que ele nem sonhava em ter ainda fosse fofa e inteligente também. Fofa eu tenho certeza que eu não sou. Aliás meu pai se chamava Adelphi e não há uma única ocorrência deste nome na pesquisa do IBGE. O nome morreu com ele em 1996.

Tem uma música muito bonita do Milton Nascimento que chama Paula e Bebeto. E tem um arrocha daqueles bem roots dos Ninjas do Forró (don't ask) chamado Festa da Paula. Esta última inclusive abusa daqueles trocadilhos que eu não ouvi nos últimos dois dias de "Paula dentro" Paula fora". No quesito trocadilho há também o menos popular da amiga Paula que é muambeira. Sempre que você quiser, Paula traz. (Solta a vinheta da Praça é Nossa, DJ).

Todo mundo gosta de falar de nomes. Todo mundo tem histórias de nomes absurdos na família, tem gente que ama ou que odeia o seu. Eu contei a história do meu nome pra vocês. O nome de vocês tem história? Conta aí nos comentários.

12 comentários:

  1. Eu não me animei muito com esse trem do IBGE, mas joguei meu nome lá só pra ver as variantes. GENTE. Que tristeza existir PHELLYPES por aí oO

    Eu só gosto do meu nome junto com o meu sobrenome, acho artístico rs Mas, sozinho, me gera algumas complicações por causa das variantes. Todo mundo pergunta se tem i, se é com ph, etc. Todo mudo me chama de "Filipi", eu mesmo me apresento assim, mas a verdade é que eu me chamo FÊ-LI-PÊ. É estranho.

    Meu nome ia ser João Augusto, mas minha mãe mudou na última hora.

    Eu também conheci uma menininha inteligente e fofa e quero dar o nome dela pra filha que eu provavelmente jamais terei Hahahahahah O nome é "Dora" :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, Felipe pra mim entra muito na categoria "curto e fácil de soletrar". Os das variantes que se virem.

      E Dora é um nome muito bonito mesmo. Além de obedecer lindamente meus critérios para batizar crianças.

      Excluir
    2. Geeente, Filipe, vc não roube o nome da minha filha.

      Excluir
  2. Eu sou Juliana pq minha bisavó tb era. Minha família tem toda uma vibe 100 anos de solidão. Nomes repetidos por toda parte.

    Eu me lembrei de que tem uma aluna aqui na escola que se chama Paula Rebeca, tem 14 anos.

    Eu queria uma filha chamada Emma, mas uma criança brasileira ia dar confusão na escola, então Emma é minha gata.

    O atual nome favorito é Dora, pra eu chamar ela de rainha do frevo e do maracatu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bonito ter o nome da bisavó. Juliana é mesmo um nome antigo, tem no Primo Basílio e tals.

      Os filhos que eu não vou ter se chamarão Dante e Lígia (por causa da Lygia Fagundes Telles mas sem o y para entrar nos meus critérios)

      Excluir
  3. HAHAHAHAHAHAHA Lembra do vídeo de Paula dentro?? Rindo até 2020. Paula traz tb é um clássico.

    Eu sou Carla por causa do meu avô Carlos, que eu não conheci mas que era a paixão da vida da minha mãe. Engraçado que até hoje eu vejo fotos dele e me emociono. Ele tinha uma cara muito simpática e era, segundo mamãe, a pessoa mais doce do universo.

    Adorei as ideias de nomes pra filhos de vocês! A menina que eu nunca vou ter chamaria Líria, uma amiga minha que é daquelas pessoas que todo mundo ama :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah Carla, acho muito lindo isso de homenagear os antepassados mas no meu caso meio que agradeço meus pais não terem feito isso pois minhas avós: Adelaide e Pierina.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Meu nome veio de uma coluna social do Jornal Cruzeiro do Sul, adaptado. . Pq o original era no masculino. . "Elisandro"...
    Sofro a vida toda soletrando meu nome é se já não bastasse, meus dois sobrenomes tb precisam ser soletrados. .. "Murilho Trevizan".
    D. Mara e Sr. Anezio capricharam. .. hahahaha ❤
    O nome da minha filha será Isabela, o motivo vc já sabe... ;)

    ResponderExcluir
  6. HAHAHA, também tenho Paula no nome, então sei como é! HAHAHA

    ResponderExcluir
  7. Meu nome é de novela mexicana também: Sarita Melaine :D
    Sarita em homenagem à Sarita Montiel, e Melaine sabe lá Deus por quê. Falar meu nome é uma novela mexicana também... SAmira? Sabrina? Talita? Sarita com S? Se escreve normal? Não sei até hoje o que é escrever normal para essas pessoas que me perguntam isso hahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei chiquérrima a homenagem à Sarita Montiel, mas Sarita Melanie realmente é daqueles mexicanos com M maiúsculo haha. E gente, como assim as pessoas pedem para soletrar Sarita?

      Excluir