quinta-feira, 16 de junho de 2016

Projeto casas - Osasco

Eu também não me lembro da casa da Osasco. Na verdade lembro sim, de mais velha pegar o trem com meu pai para ir lá receber o aluguel (não sei porque tínhamos que ir lá, essa coisa meio seu Barriga style) e comer o famoso hot-dog osasquense. Era um acontecimento.

Eu não gostava da casa de Osasco quando voltava lá com meu pai. Achava feia, achava longe. Era muito diferente da casa onde eu morava então, a do próximo post.

Para quem não é de São Paulo, acho que vale a explicação: se você já ouviu falar de Osasco talvez tenha sido por conta da chacina que aconteceu por lá ano passado. Sim, é uma cidade na grande São Paulo, violenta, pobre e periférica (mais ou menos, é bem mais próxima do centro que muitos bairros da capital). Mas também é uma cidade como qualquer outra, com shopping, escola particular, bares, faculdades, etc. Além de ser a capital nacional do cachorro-quente (risos), lar d'O Teatro Mágico (que aí já não sei se é um negócio tão bom assim, dsclp fãs) e cidade natal do Boninho (sim, eu googlei "Osasquenses famosos" e foi só o que eu achei)

Se você mora em Osasco, por favor não se ofenda com esse post. Ele foi escrito por alguém que não sabe quase nada sobre a sua cidade.

Eu imagino que minha vida teria sido muito diferente se eu tivesse crescido lá. Não melhor ou pior, só diferente.


Comendo sei lá o que direto do tapoé e no capô do Opalão do meu pai. 

Um comentário:

  1. Adoro essas suas fotos <3

    Acho que só morei em 2 casas minha vida toda (pode ser só uma). Não vejo muito mais que isso no futuro, sou amador nessa arte de se mudar.

    ResponderExcluir