quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Sobre ser fascinado por alguma coisa

Don't ask me how mas entrei no buraco negro da internet e fui parar neste programa britânico chamado Mastermind:



Não tem legenda e eles falam super rápido com aquela delícia de sotaque britânico super fácil de entender, mas basicamente é um game show de perguntas e respostas onde os participantes tem 90 segundos para responder o máximo possível de questões sobre um assunto que eles dominam muito. Até aí nada de novo sob o sol, é um formato de programa que existe há muito tempo, mas olha, não deixa de ser fascinante. Neste episódio especificamente os participantes estavam respondendo sobre:

 - O período entre 1920 e 2007 de um time de futebol que pelo que entendi joga na segunda divisão inglesa
- Benjamin Britten, um compositor, maestro e pianista inglês falecido em 1976 (valeu wikipedia)
- A cidade de Veneza
- O período entre 1609 e 1960 na história de Ulster, uma província no Norte da Irlanda
- O período da lei seca nos Estados Unidos

E as perguntas, gente, elas são super difíceis. Não é nada tipo "Quando Veneza foi fundada?" não. É coisa nível "qual o nome do padre que caiu e quebrou a perna na ponte x de Veneza no dia 21 de Julho de 1842?"

Eu juro que eu entendo que uma pessoa seja fascinada por um time de futebol x ou por Veneza mas a lei seca? Como assim existe uma pessoa que sabe absolutamente tudo sobre a lei seca nos Estados Unidos (porque acreditem, pra responder essas perguntas tem que saber tudo). O mundo é tão incrível, tem tanta coisa incrível nele, por que alguém escolheria ser especialista na lei seca, gzuiz?

Desconfio que eu tenho algum nível de déficit de atenção porque não consigo me interessar nesse nível por nada, na verdade em nível nenhum. Eu me interesso por tudo, eu quero saber tudo. Se você estiver disposto a me explicar física quântica de um jeito que eu entenda eu vou querer saber. Eu não tenho hobbies porque pra mim ter um hobby implica em estar profundamente envolvido com alguma coisa e eu não consigo estar. Eu quero aprender a costurar, a fazer comida vegana, a correr direito, a falar Francês e nessa ânsia toda eu acabo não aprendendo nada, o que é muito frustrante.

Entretanto, eu estou verdadeiramente fascinada por esse programa. Talvez eu me torne uma especialista em Mastermind. Talvez um dia eu vá ao Mastermind responder perguntas sobre o Mastermind. Mas tem uns três episódios de Joana, a virgem pra eu assistir antes disso. E alguns capítulos de Uma breve história do tempo pra ler. E uns vídeos de culinária vegana e gatinhos. E uma fase do Candy crush pra passar. E talvez correr uns 3 quilômetros (tô fora de forma). E... e... e...

Um comentário:

  1. Por ser uma pessoa naturalmente ansiosa&estressada compartilho do problema de querer saber sobre tudo e acabar não dando conta
    Eu não teria a mínima estrutura pra participar desse tipo de programa, sério!

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir