quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Vou escrever uma coisa que vai soar muito dramática, mas é uma ficha que só caiu agora, quando criei coragem de contar a história do post anterior.

Eu podia ter morrido afogada. Por cinco segundos eu achei que fosse mesmo.

Eu podia ter morrido afogada em busca da aprovação de alguém que não estava mais nem aí.

Vocês percebem o quão sério é isso?


Nenhum comentário:

Postar um comentário