sexta-feira, 16 de junho de 2017

Dez horas e meia

Ontem eu sentei em um café com um moço às 15h00 e saí de lá com ele à 1h30 da manhã.

Sim, nós passamos dez horas e meia sentados em um café conversando sobre música, cinema, livros, séries, sobrinhos, relacionamentos, terapia, youtubers, buquês de periguetes (mais informações a respeito aqui). Nós passamos dez horas e meia conversando sem álcool envolvido (mesmo porque se rolasse álcool não teríamos sobrevivido a dez horas e meia provavelmente).

Eu nem sabia que era possível passar dez horas e meia conversando com uma pessoa. Eu possivelmente nunca fiz isso na vida.

O que isso significa? Talvez não muita coisa.

Não sei se vou ver esse moço de novo (eu gostaria, na verdade, mas não sei) mas uma coisa é certa: tem gente legal no mundo sim. E eles estão nos lugares mais improváveis - inclusive num aplicativo de celular.


4 comentários:

  1. Deu até um ciuminho aqui de conhecer novas gentes legais assim na minha vida. Faz tempo que isso não acontece, e sou consciente o suficiente pra admitir que 95% disso é minha culpa. =\

    ResponderExcluir
  2. Na semana que eu conheci o marido, passamos uma madrugada inteira conversando (sem álcool) num lobby de hotel. Nao rolou nem beijinho, só muita troca de pensamentos. Melhores momentos.

    ResponderExcluir
  3. Gente, DEZ HORAS! Eu acho que o meu recorde sentado conversando é de seis horas (com a Ju, aliás), e lembro de como fiquei maravilhado que uma coisa dessas era possível. Agora o seu... DEZ HORAS!!! Uau!

    ResponderExcluir