domingo, 23 de julho de 2017

Curry de peixe e samosas

Quando eu me separei eu decidi que eu precisa concentrar todos os esforços possíveis em ficar bem. Com isso eu parei de fazer algumas coisas que eram parte da minha rotina tipo ir à academia, ler e cozinhar. Desde o dia 9 de Janeiro eu não fazia uma comida pra mim. Desde o dia 9 de Janeiro eu também não escrevia no meu livro "Uma pergunta por dia".

(É um livro que eu ganhei de aniversário. Ele tem uma pergunta pra cada dia do ano e espaço para responder por cinco anos. As perguntas podem ser simples, só pra te situar no tempo, tipo "qual foi o último filme que você assistiu?" ou mais reflexivas)

Daí ontem eu resolvi pegar o livro de novo. E a pergunta para hoje era:


Domingão, sozinha em casa, não tive escolha amiguinhos. Me arrisquei nas samosas (que eu nunca tinha feito) e num curry de peixe (fazia direto, é uma das coisas que eu preparo que eu mais gosto de comer). As samosas fiz com massa de pastel pois achei que fazer a massa seria uma passo grande demais pra quem está retomando a cozinha aos poucos. O recheio de batata, cenoura, couve-flor e brócolis ficou delícia demais e finalmente descobri o que é que o Gopala (um restaurante indiano que eu amo lá na Paulista) usa que deixa tudo com aquele gostinho de Gopala: feno-grego. Só faltou um chutney caprichado, na próxima eu faço.



O curry de peixe foi o melhor que eu fiz até agora, desculpa galera. Cominho, pimenta e garam masala com legumes e o peixe cozido no tomate e leite de coco e muuuuito coentro no final. Ficou bão demais minha gente.


Cozinhei só pra mim, tomando um vinho branco baratinho e ouvindo Lily Allen. No final deixei a cozinha limpinha e saí pra tomar um sorvete.

E assim a vida vai realmente voltando aos trilhos. Não sei se comida indiana cura tudo, mas olha, aquece o coração de um jeito. Recomendo demais.

Um comentário: