Na postagem sobre gaslighting eu esqueci de contar uma coisa.

Ele tinha essa amiga que desde sempre foi meio escrotinha comigo. Eu não sei explicar exatamente o que era, mas ela parecia me tratar com um certo deboche, com algumas ironiazinhas que me incomodavam demais. Eu disse isso pra ele algumas vezes e a resposta padrão era sempre "ah, é só o jeito dela, não é nada com você."

(Vocês conhecem alguém assim, certeza. Pior tipo de gente, porque é escrota e ninguém percebe. E passa a vida sendo escrota e nunca recebe escrotidão de volta porque, de novo: NINGUÈM PERCEBE. E quem percebe tem mania de perseguição)

Muito que bem.

No fatídico ano-novo em Ilhabela nós alugamos uma casa para o feriado. É uma turma de amigos dele que sempre viaja junta e é sempre ele que organiza tudo, procura as casas, fecha negócio, tira dinheiro do bolso pro depósito até todo mundo pagar, etc. Por causa disso tínhamos um acordo já de anos que, havendo só um quarto de casal na casa, ele ficaria com a gente.

Pois essa amiga saiu de São Paulo antes de todo mundo, chegou mais cedo na casa e pegou o quarto de casal com o namorado novo.

Talvez pareça criancice minha, mas acho que se fosse qualquer outro casal de amigos dele eu não teria me importado. Mesmo porque nenhum outro casal faria isso. Ela fez porque era ela, porque não ia muito com a minha cara, porque achava ok me tratar com deboche e porque ela sabia que meu ex não teria coragem de questionar o arranjo por um motivo que já expliquei aqui: ele tinha essa necessidade de ser o cara bom, o cara abnegado. O que não vai arrumar confusão por causa de besteira.

Exceto que pra mim não era besteira. Mas ele tava pouco se fodendo pra mim, com perdão do meu francês. E mais uma vez me pintou como a desequilibrada barraqueira. E passamos uma semana dormindo num quarto absurdamente quente com um beliche.

Essa noite eu sonhei que a gente voltava (ew ew ew) e eu ficava me perguntando como é que eu ia explicar a volta pros outros depois de ter escrachado tanto ele por aqui. Mais um motivo pra eu publicar esse post.

Não que eu precise de motivos pra não voltar.







Comentários

  1. No fim, tudo vira aprendizado, né?
    Fico feliz que as coisas por ai estejam tomando um rumo contrário ao antigo! <3

    Limonada (antigo Novembro Inconstante)

    ResponderExcluir
  2. Ai meus deus, momento identificação total. POR QUE A GENTE FAZ ISSO COM A GENTE?

    ResponderExcluir
  3. Minha ex cunhada é exatamente assim. E, sim, varias pessoas conseguiram perceber como a pessoa age.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, no caso dessa amiga dele ninguém percebe

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas