Sobre gente não muito boa da cabeça

Eu vou contar uma historinha aqui mas não vou dizer sobre quem é para não gerar represálias (pois tenho cá pra mim que a pessoa envolvida ainda aparece nesse cafofo de vez em quando) MAAAAAS vocês são inteligentes e saberão de quem se trata.

A pessoa em questão fazia terapia toda segunda-feira. Ele era o último paciente do dia e dava carona ao psicólogo depois da consulta.

O psicólogo tinha vários bonecos de pelúcia no consultório. Dois deles, uma hipopótamo e um macaco com chapéu de capitão, tinham nome inclusive. O macaco, que chamarei aqui de Felipe Dylon, tinha uma página no facebook.

Um dia, depois da consulta, nosso personagem (que chamarei aqui de Homenzinho de Bosta da Silva) estava saindo para dar carona para o psicólogo, que chamarei aqui de doutor Freudisplica. Pois o doutor Freudisplica decidiu levar a hipopótamo e o Felipe Dylon para casa. Na saída, fez a recepcionista se despedir dos bonecos com um beijinho em casa um.


Homenzinho de Bosta da Silva levou doutor Freudisplica, a hipopótama e Felipe Dylon até a casa deles. Quando doutor desceu do carro, colocou os bonecos na janela e pediu para que nosso herói desse um beijinho de despedida em cada um deles também.


Homenzinho de Bosta da Silva fez o que qualquer pessoa boa da cabeça (e que não precisa manter o emprego) faria: se recusou a beijar uma hipopótamo e um macaco de pelúcia que tem uma página no facebook.

Porém Homenzinho de Bosta da Silva continuou se consultando com doutor Freudisplica. Por mais uns três anos.



Depois vem reclamar que terapia não funciona. Francamente.

Comentários

  1. Gente, nem Freudisplica. hahahha que loucura!

    Beijossssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas