Eu deveria ter torcido pra Bélgica mesmo

Sexta-feira o Brasil perdeu da Bélgica e foi eliminado da copa da Rússia e eu gostaria muito que esse tivesse sido meu único problema porém o universo não quis me dar essa satisfação.

Fui com uma amiga e o namorado dela assistir ao jogo em um bar de cerveja artesanal na Vila Madalena. Eu sei, eu sei, tudo errado nessa frase por motivos que só um paulistano poderia entender. Digamos que a Vila Madalena é um inferno de bares caros e pretensiosos, de gente pau no cu e de ladeiras intermináveis e cerveja artesanal é um clichê tão irritante que me faltam palavras para reclamar mas vamos parar de enrolar: lá estava eu num bar na Vila Madalena tomando cerveja cara e assistindo ao jogo de pé num telão horrível e como nada que é tão ruim que não possa piorar o Brasil perdeu. Após uma breve pausa para aceitar o fato de que eu não teria um motivo para matar o trabalho na terça-feira fui ao banheiro e avisei minha amiga que teria que ir embora pois meu namorado estava me esperando para o aniversário da sobrinha dele.

O universo riu de mim e disse:


Saí do banheiro e minha amiga estava tretando com o namorado. Corrigindo: ELE estava tretando com ela porque, como fiquei sabendo depois, ele cismou que ela estava torcendo para a Bélgica.

(Parênteses: qual foi o motivo mais imbecil pelo qual você já brigou com alguém? O meu foi num natal, na brincadeira de amigo secreto ladrão, quando minha mãe roubou o kit de pôquer que eu tinha ganhado - e eu nem jogo pôquer. Mas claramente o namorado da minha amiga ganhou a competição de motivo mais idiota.)

Então eles estavam brigando. Ele é um cara grandão, 1,90, e estava completamente descontrolado gritando com ela, a ponto de as pessoas estarem todas olhando e me perguntando preocupadas "é sua amiga?".

É, né? Me restou ir chegando perto para ver se ele se tocava e a princípio funcionou. Ele se afastou e minha amiga começo a me colocar a par do início da briga.

Um pouco depois ele voltou, mas ao invés de ir até nossa mesa ele passou direto. Ao passar, jogou uma lata vazia em mim e começou a me chamar de piranha já que "eu estava colocando a fulana contra ele." Como se precisasse, rapá. A gente já está cansada de saber que homem é essa desgraça toda e eles se encarregam eles mesmos de colocar a gente contra.

Minha amiga foi atrás dele na calçada. Fui também. Eu não sei porque a gente faz isso porque o certo mesmo era ter deixado sair sozinho bem louco mesmo e com sorte ser atropelado lá na frente mas né? A gente é trouxa. Ele continuava gritando, dizendo coisas desconexas e nessa hora partiu pra cima da gente. Três carinhas que estavam lá fumando se jogaram pra cima dele e ele caiu na calçada, os carinhas em cima imobilizando ele. Visualizem a cena de um cara bêbado de 1,90 e 100 quilos jogado na calçada com três carinhas menores em cima dele. Minha amiga chorando, eu chamando a polícia que obviamente não veio porque né? Final de jogo da copa com Brasil eliminado, se os caras resolverem apartar todas as brigas de bar não vão fazer mais nada da vida.

Enfim ele sossegou, os carinhas deixaram ele levantar e eu só fiquei de longe vendo o cidadão chorar igual criança enquanto minha amiga tentava consolar. Emputeci porque se alguém precisava ser consolado ali era a gente que tinha sido vítima de macho descontrolado e fui subindo a rua em direção ao metrô. Minha amiga me liga pedindo pra voltar, que ela ia colocar ele no táxi e como eu sou trouxa demais eu voltei. O bonito foi devidamente colocado num carro e fomos pra minha casa em outro, eu e minha amiga chorando. Nisso eu já tinha me atrasado para meu compromisso da noite e no meio da treta nem atendi meu namorado me ligando preocupado. Minha amiga ficou um pouco em casa e acabou voltando pra casa dela, namorado me ligou bem bravo e com razão por eu ter perdido o aniversário e eu acordei no sábado com aquela ressaca que segundo Luís Fernando Veríssimo deveria permitir eutanásia.

Minha amiga?

Perdoou o macho.


Eu precisei de algumas horas para focar e lembrar que eu tenho que estar putaça só com ele e não com ela e OLHA: não é fácil. Porque o cara armou aquele circo todo e ela estava no telefone me dizendo que "ele é um cara ótimo, só perdeu a cabeça porque está muito inseguro porque eu vou viajar sozinha em julho".


É passar pano pra macho que fala?

Eu vou contar pra vocês o que gente insegura faz: gente insegura conversa. Expõe os sentimentos. Chora um pouco, talvez. Procura terapia.
Eu vou contar pra vocês o que gente insegura NÃO faz: gente insegura não joga lata nas suas amigas, nem chama elas de piranha e não precisa ser segurado por três carinhas aleatórios para não agredir ninguém. 

Eu também me recuso a dizer que ele é louco. Não é não, nem um pouco. É tão lúcido que virou o jogo rapidinho a favor dele, o coitadinho inseguro ofuscado por uma mulher muito melhor que ele. Ela que se sinta culpada por ganhar mais, ser independente e ter grana pra passar um mês sozinha na Europa estudando enquanto ele ainda mora com os pais e não para em emprego nenhum (o que não deveria ser um problema porque né, tá todo mundo fodido e não tá fácil pra ninguém). Um cara branco, hétero, classe média alta que sempre foi o centro do universo e que de repente não é mais e lida com isso como? Isso mesmo, agredindo mulheres física e verbalmente. E o que ele recebe em troca? A compreensão que uma mulher que desse um show daqueles jamais conseguiria. É privilégio masculino que chama. 

Eu me preocupo sinceramente com minha amiga mas no momento ainda estou puta da cara porque ela colocou um relacionamento de dois anos acima de uma amizade de dez (afinal de contas o cara me agrediu). Conversar não adianta, porque essa conversa já aconteceu e a resposta é: "Você não entende? Eu amo ele. Ele é um cara ótimo."

Ótimo. 


Comentários

  1. Que história triste e o mais triste é que ela é comum demais. A gente sabe que acontece todo dia - toda hora, né - mas dá um pouco mais de desespero quando acontece do nosso lado, com quem a gente ama, com a gente. Força para você continuar ao lado dela, a gente sabe que em geral quanto menos a pessoa percebe o buraco que ta metida, mais ela precisa do nosso braço. Desejo de coração que sua amiga se liberte desse monte de estrume e se enxergue como alguém que merece mais que um idiota que não a respeita nem aos seus amigos, por """"melhor""""" que ele finja ser.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas