terça-feira, 29 de março de 2016

Try something new

Começou com este vídeo que eu amo e uso para dar aulas há nem sei quanto tempo (eu não uso legendado, né, coloquei assim pra facilitar pra todo mundo). Assistam, coleguinhas, vale a pena, tem menos de quatro minutos:



Assistiram? Ok, prossigamos.

Ontem namorado chegou em casa e me ouviu reclamando que eu precisava fazer alguma coisa da vida além de trabalhar. Que eu não lembrava mais o que era fazer alguma coisa por prazer e não por obrigação. Namorado vai subir o campo base do Everest daqui a uma semana, ele entende de fazer as coisas por prazer. E eis o que ele me disse:

"Ué, faz. O blog tá abandonado. Você não queria aprender a costurar? A cozinhar?"

Eu queria. Ainda quero. Mas as vezes quebrar um ciclo de acomodação é mais difícil do que parece. As vezes não é uma questão de "vai lá e faz". E aí eu lembrei do vídeo do Matt e de como ele sugere que mudanças simples servem para quebrar esse ciclo. De como pedalar para o trabalho todo dia fez dele um cara mais ativo e mais aventureiro. De como as vezes um passo pequeno é tudo que você precisa para mudar sua programação mental. E eu decidi encarar o desafio. Me propus a adicionar duas coisas e subtrair uma da minha rotina por um mês.

Vou adicionar: um post por dia no blog e 30 minutos de exercício (qualquer coisa, correr, nada, andar, academia).

Vou subtrair: o Facebook do celular (só do celular, lembrem-se que ele fala de metas possíveis).

Como quando eu decidi participar de uma corrida pela primeira vez, contar pra todo mundo é minha estratégia para fazer as coisas acontecerem. Me policiem. Me cobrem. Me façam passar vergonha se eu desistir. Conto com vocês coleguinhas.

2 comentários:

  1. Eu ia te sugerir fazer uma lista com coisas triviais e outras ambiciosas que você tem vontade de fazer/viver. Na minha, tem coisas tipo "gravar 1 vídeo" e "aprender a nadar". Eu começo sempre uma por vez. Sorteio e tento fazer.

    Mas pode deixar que os posts no blog eu posso cobrar, sim :)

    ResponderExcluir
  2. Hahah Felipe, super pensei na sua lista. Mas eu sou um desistente profissional e tenho medo de começar com metas mais complicadas (tipo aprender a costurar). Acho que o desafio de um mês do Matt é um jeito mais tranquilo de partir para ~voos maiores~

    ResponderExcluir